➡️ Sonda-me, oh Deus – Oração para dormir tranquilo

    LEITURA: 1 Samuel 13.1-15

    “O que você fez?” (1 Sm 13.11).

    Todos os dias decidimos — motivados pela nossa vontade, da família, dos amigos ou questão profissional. Mas, o que dizer quando Deus declara a vontade dele? “Obedecer”, é a resposta. Mas, nem sempre isto acontece. Por quê?

    Um caso do rei Saul é parte da resposta. Ele havia sido ungido rei de Israel. Samuel, o “porta-voz” de Deus (profeta) instruía Saul, dizendo tudo o que deveria fazer. Uma dessas instruções, dizia respeito aos filisteus, inimigos de Israel. Samuel orientou que Saul fosse até Gilgal e esperasse sete dias por ele, para, juntos naquele local, adorar ao Senhor (1 Sm 10.8).

    Então, Saul mandou Jônatas atacar os destacamentos dos filisteus em Gibeá e foi para Gilgal, encontrar-se com Samuel. Os filisteus reuniram um enorme exército para guerrear contra Israel. Saul chegou em Gilgal e viu a força inimiga. Ficou aterrorizado. Cumprido os sete dias, sem que Samuel chegasse, Saul ordenou que um sacrifício fosse oferecido ao Senhor. Quando terminou, Samuel chegou e sua pergunta foi fatal: “O que você fez?” Saul explicou que foi o medo que caiu sobre ele e seus soldados. Por causa desta falta de confiança em Deus, Saul perdeu seu reinado.

    O medo pode nos levar a desobedecer a Deus — medo do que está à nossa volta, do que poderá acontecer; das probabilidades de perda. Outro elemento que trabalhou contra Saul foi o prazo. Saul confiou no prazo de sete dias, não na Palavra de Deus. Quando o prazo acabou, o medo desencadeou a precipitação.

    Nada pode substituir nossa confiança em Deus. Deve ser’reforçada, continuamente. Confiando em Deus, pela fé, podemos obedecê-Lo e nos livrarmos de decisões precipitadas.

    A melhor decisão é baseada na Palavra de Deus.

    Veja o louvor abaixo e medite no que acabou de ler.

     

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *